Portal do Governo Brasileiro
Página InicialQualidadePrograma de Análise de Produtos

Fique Atento
  
.: Programa de Análise de Produtos :.

Com o objetivo de criar consumidores conscientes, capacitados a tomarem acertadas decisões de compra, inserindo-os no processo de melhoria da qualidade no país, e fornecer subsídios à indústria para a melhoria contínua da qualidade, é que desde 1996, o Inmetro desenvolve o Programa de Análise de Produtos, executado de acordo com o procedimento estabelecido com base no ISO Guide 46-1985 – "Comparative Testing of Consumer Products and Related Services – General Principles", recomendação internacional para a realização deste tipo de avaliação.

O produto a ser analisado é escolhido com base em reclamações recebidas através do DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), de organismos públicos ou de entidades civis de defesa do consumidor, pela imprensa, solicitações dos próprios setores produtivos, e, como vem acontecendo freqüentemente, feitas diretamente ao Inmetro e seus órgãos delegados nos Estados, os IPEMS (Instituto de Pesos e Medidas).

A prioridade é dada às questões que envolvem segurança, saúde e proteção ao meio ambiente, e a produtos que são usados com freqüência por vários cidadãos.

Após escolhido, uma pesquisa verifica quais as normas e regulamentos que o produto deve atender e quais laboratórios estão capacitados a realizar os ensaios previstos na regulamentação. Esses laboratórios, preferencialmente, devem ser credenciados pelo Inmetro, na Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaio.

Os órgãos responsáveis pela regulamentação e fiscalização do produto são informados da análise e convidados a participar fornecendo contribuições para definição da metodologia e na avaliação dos resultados obtidos. No caso de produto pertencente à área alimentícia, são contatados a Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, e a Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura e do Abastecimento.

Cabe ressaltar que, no caso de existência de uma associação que congregue os fabricantes do setor do produto selecionado, esta é convidada a participar do processo de definição da metodologia a ser utilizada durante a análise. Portanto, os fabricantes não são surpreendidos.

Como o programa procura identificar a tendência em termos de qualidade, não são analisadas, necessariamente, todas as marcas disponíveis no mercado. A escolha das marcas é feita através de ampla pesquisa mercadológica de âmbito nacional, em que identificamos as mais vendidas em cada região do país e se existem marcas importadas que serão necessariamente incluídas entre as serem analisadas.

As marcas selecionadas são compradas nos pontos de venda, simulando o comportamento de um consumidor comum. Após a análise, o laboratório emite um laudo que é encaminhado a cada um dos fabricantes que teve produtos analisados, dando um prazo para que se posicionem.

Esclarecidas as dúvidas dos fabricantes, o resultado do ensaio é consolidado num relatório amplamente divulgado através da mídia. Só o Fantástico, programa da Rede Globo de Televisão, veiculou, nos últimos cinco anos, mais de sete horas de matérias nesse sentido.

Algumas revistas, ligadas à qualidade e à defesa do consumidor, e outros veículos da mídia divulgam periodicamente os resultados do Programa de Análise.

Mas o trabalho não se encerra com a divulgação. Após esta etapa, reuniões são realizadas com os fabricantes, entidades representativas de consumidores e organismos governamentais, procurando definir medidas que levem à melhoria da qualidade do setor.

Cabe ressaltar que os resultados gerados pelo Programa de Análise de Produtos refletem a conformidade da amostra analisada num determinado período, o que significa que podem ficar desatualizados em pouco tempo. Por esse motivo, as informações sobre as marcas analisadas pelo Programa de Análise de Produtos permanecem em nosso site por apenas 90 dias.

Após esse período, caso você esteja interessado nessas informações, consciente de que os resultados não representam necessariamente mais a realidade do mercado, envie um e-mail para ouvidoria@inmetro.gov.br, com nome e telefone, explicando o motivo por estar requisitando esse material.

Veja Também:

Produtos Analisados


Acessibilidade
Acidente de Consumo: relate seu caso
Anuência - Importação
Autorização para Uso do Selo em Material Publicitário
Avaliação da Conformidade - perguntas mais freqüentes
Comissão Permanente dos Consumidores – CPCON
Documentos Orientativos sobre Certificação ISO 9001:2008
Empresas Certificadas ISO 9001/14001
Empresas Fabricantes de dispositivo de acoplamento mecânico (Engate)
Empresas Fabricantes de Dispositivos Quebra-Mato
Empresas Fornecedoras de Cantoneiras de Aços Laminas a Quente para Montagem de Torres de Transmissão de Energia Elétrica
Empresas Fornecedoras de Colete de Segurança de Alta Visibilidade
Empresas Fornecedoras de Conversores Catalíticos Destinado à Reposição
Empresas Fornecedoras de Isqueiros a Gás
Empresas Fornecedoras de Pó para Extinção de Incêndio
Empresas Inspetoras de Contentores Intermediários para Granéis Destinados ao Transporte Terrestre de Produtos Perigosos
Empresas Prestadoras de Serviços de Descontaminação de Equipamentos para Transporte de Produtos Perigosos
Entidades Autorizadas - ETP
Guia de Boas Praticas de Regulamentação
Implantação Assistida de Programas de Avaliação da Conformidade
Indique! Sugestão para o Programa de Análise de Produtos
Instaladores Registrados de Gás Natural Veicular (GNV)
Livreto da Avaliação da Conformidade
Pesquisa – Certificação ISO 9000
Portarias e Regulamentos Técnicos Metrológicos e de Avaliação da Conformidade
Produção Intelectual
Produtos Analisados
Produtos e Serviços com Conformidade Avaliada
Programa Brasileiro de Avaliação da Conformidade - PBAC
Rede Consumo Seguro e Saúde (RCSS)
Registro de Objetos
Responsabilidade Social
Tabelas de Eficiência Energética - PBE
Workshop Internacional sobre AC


Nossos Endereços

  • Rio de Janeiro

    PABX: (21) 2563-2800

    Rua Santa Alexandrina, 416

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20261-232

  • Campus Xerém

    PABX: (21) 2679-9001

    Av. Nossa Senhora das Graças, 50

    Xerém - Duque de Caxias - RJ

    CEP: 25250-020

  • Superintendência de Goiás - Surgo

    PABX: (62) 3237-3500

    Rua 148, s/n

    Setor Sul - Goiânia - GO

    CEP: 74170-110

  • Superintendência do R. G. do Sul - Surrs

    PABX: (51) 3342-1155

    Av. Berlim, 627

    São Geraldo - Porto Alegre - RS

    CEP: 90240-581

  • Brasília

    PABX: (61) 3340-1710

    EQN 102/103 - Lote 1, Asa Norte

    Brasília - DF

    CEP: 70722-400

Inmetro © 1993 - 2012. Todos os direitos reservados.