.: Carnaval: confira as dicas do Inmetro para aproveitar a folia em seguranša :.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) dá dicas importantes e simples para que o consumidor possa se divertir no carnaval, mas com segurança. Fica o alerta: é primordial que a compra de fantasias, por exemplo, seja realizada apenas no mercado formal para evitar produtos falsificados ou com informações incorretas.

Confira abaixo as principais recomendações aos consumidores:

Fantasias:

- Fantasias de tecido, enquadradas como produtos têxteis, devem conter na etiqueta as seguintes informações obrigatórias em português: dados do fabricante ou importador, CNPJ, país de origem, composição têxtil, cuidados de conservação e indicação de tamanho. Esses dados ajudam, por exemplo, a evitar possíveis reações alérgicas a determinados tipo de tecido;

- Muitas fantasias usam máscaras ou incluem acessórios. Os acessórios de fantasia são classificados como brinquedo e, portanto, devem apresentar o selo do Inmetro. Máscaras, por exemplo, podem causar asfixia e outros brinquedos podem ter peças pequenas que podem ser engolidas. Assim, verifique a faixa etária, descrita na embalagem do produto, e lembre-se sempre de procurar o selo do Inmetro na embalagem;

- Jamais compre uma fantasia de adulto para uma criança. Nas embalagens dos kits de fantasias infantis, que contêm acessórios, devem estar presentes a indicação sobre a idade ideal do usuário, a composição e, claro, o selo do Inmetro.

Adereços:

- No caso de lantejoulas, paetês, apitos, confetes, serpentinas é bom ficar atento se a quantidade indicada nas embalagens corresponde ao conteúdo;

- Adesivos para unha de uso e infantil e tatuagens adesivas indicadas para crianças até 14 anos, muito comuns no carnaval, também devem ter o selo.

Preservativos:

As camisinhas, tanto comercializadas quanto distribuídas gratuitamente, devem apresentar na embalagem o selo do Inmetro e do Organismo de Certificação de Produtos (OCP).

Água mineral:

O Inmetro, em 2014, estabeleceu uma certificação voluntária para água mineral natural envasada, comercializada em embalagens descartáveis (exceto garrafões) e de vidro retornáveis. Ao comprar água mineral na rua, verifique se o lacre da tampa não foi violado ou se apresenta marcas de reutilização.