Portal do Governo Brasileiro
Sites de InteresseMapa do SiteOuvidoriaFale com o Inmetro
Página Inicial

Acreditação Nº 450
Data da Acreditação 04/11/2009
ACREDITAÇÃO VIGENTE Clique aqui para mais informações.
Última Revisão do Escopo 04/06/2020
Razão Social INTER-METRO SERVIÇOS ESPECIAIS LTDA.
Nome do Laboratório INTERMETRO
Situação Ativo
Endereço R. JOAQUIM DE ALMEIDA, 223
Bairro MIRANDÓPOLIS
CEP 04050010
Cidade SÃO PAULO
UF SP
Telefone (11) 5071.2764 RAMAL 36
Fax (11) 5071.2764

Grupo de Serviço de Calibração ACÚSTICA E VIBRAÇÕES
Gerente Técnico MÁRCIO CRISTIANO DE OLIVEIRA
Email comercial@intermetro.com.br

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO - ABNT NBR ISO/IEC 17025 - CALIBRAÇÃO


Descrição do Serviço Parâmetro, Faixa e Método Capacidade de Medição e Calibração (CMC)

(Realizados nas instalações permanentes)

EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS
AudiodosímetroLineanidade
30 dB à 140 dB 0,09 dB
Curvas de Ponderação
20 Hz à 20 kHz 0,07 dB
resosta a sinais de curta duração 0,042 Pa²h
Resposta a pulsos unipolares
Positivo/Negativo 0,042 Pa²h
Circuito de quadramento, intergração e exponencial 0,09 dB
Detector de overload 0,09 dB
Circuito exponencial e integrador 0,21% dose
Sinais acústicos
94 / 114 dB @ 1000 Hz 0,15 dB
Aviso de bateria fraca 0,025 mm
Espessura
Faixa de tensão 0,012 V
Operacional
Faixa de Corrente 0,0006 A
Operacional
Pulso emissor
Amplitute 4,1%
Base de tempo 1,3%
Indicador de medidor de espessura até 100mm 0,025 mm

INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO DE ULTRASSOM
Aparelho de Ultrassom Pulso-EcoEstabilidade de sinal 0,65%
Amplitude 0,65%
Base de tempo
Pulso emissor 4,2%
Amplitude 0,6%
Base de tempo
Receptor
Frequência 3,7%
Ruído 4,1%
Precisão do atenuador 1,0%
Linearidade vertical 1,0%
Linearidade horizontal 1,0%
Método da NBR 15922:2011
Dispositivo Indicador de Medidor de Espessura por UltrassomAviso de bateria fraca - espessura 0,025 mm
Faixa de tensão operacional 0,012 V
Faixa de corrente operacional 0,0006 A
Pulso emissor
Amplitude 4,1%
Base de tempo 1,3%
Indicador de medidor de espessura por ultrassom até 100 mm 0,025 mm
Método da EN 15317:2013
Instrumento de Ensaio por Ultrassom Phased ArrayPulso emissor
Amplitude 4,1%
Base de tempo 0,6%
Receptor
Frequência 3,7%
Ruído 4,1%
Precisão do atenuador 1,0%
Linearidade vertical 1,0%
Linearidade horizontal 1,0%
Método da ABNT NBR 16314:2014
Medidor de Espessura por UltrassomAviso de batéria fraca 0,025 mm
Espessura
Faixa de tensão 0,012 V
Operacional
Faixa de Corrente 0,0006 A
Pulso emissor
Amplitude 4,1%
Base de tempo 1,3%
Indicador de medidor de espessura até 100 mm 0,025 mm
Método da ISO 16831:2012

INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO EM ACÚSTICA
Calibrador de Nível SonoroNível sonoro
74 dB a 124 dB
Frequência
31,5 Hz 0,15 dB
40 Hz a 50 Hz 0,14 dB
63 Hz a 4 kHz 0,13 dB
5 kHz a 8 kHz 0,17 dB
10 kHz a 12,5 kHz 0,20 dB
16 kHz 0,23 dB
Medidor de Nível SonoroLineanidade
30 dB a 140 dB 0,09 dB
Curvas de ponderação
20 Hz a 20 kHz 0,07 dB
Ponderação temporal
Fast, Slow e Impluse 0,09 dB
Detector RMS
FC3, FC5, FC10, RET +3/-3, RET + 5/-5, RET +10/-10 0,09 dB
Média temporal (Leq):
1/10, 1/10², 1/10³, 1/104, 1/105 0,09 dB
Sinais acústicos
94/114 dB @ 1000 Hz 0,15 dB
Ponderações em frequências (testes elétricos) 20 Hz a 20 kHz 0,11 dB
Ponderações no tempo e nas frequênciasem 1 kHz 0,11 dB
Linearidade de níveis (faixa de referência) 0,11 dB
Linearidade de niveis (controle de faixa) 0,11 dB
Resposta ao trens tonais 0,11 dB
Nível de pressão sonorade pico ponderado em C 0,11 dB
Indicação de sobrecarga 0,11 dB
Linearidade em 8 kHz 0,11 dB
Estabilidade em nível alto 0,11 dB
Estabilidadede longa duração 0,11 dB
Resposta em frequência (sinais acústicos)
Método: IEC 61672-3:2013

INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO EM VIBRAÇÕES
Analisador de VibraçõesMedidas de vibração (m/82)
10 Hz até 40 Hz 1,9%
> 40 Hz até 125 Hz 1,6%
> 125 Hz até 1000 Hz 1,7%
Medidas de velocidade (mm/s)
10 Hz atá 40 Hz 1,9%
> 40 Hz até 125 Hz 1,6%
> 125 Hz até 1000 Hz 1,7%
Medidas de deslocamento (um)
10 Hz até 40 Hz 1,9%
> 40 Hz até 125 Hz 1,6%
> 125 Hz até 250 hz 1,7%
Método de calibração por caomparação segundo a ISO 16063-21:2003
Calibrador de AcelerômetrosAceleração (m/s2)
Velocidade (mm/s)
Deslocamento (um)
10 Hz até 1000Hz 080%
Frequência
10 Hz até 1000 Hz 0,25 Hz
Método de calibração por compração segundo a ISO 16063-21:2003
Medidor de VibraçõesMedidas de aceleração (m/s2)
10 Hz a 40 Hz 1,9%
> 40 Hz a 125 Hz 1,6%
> 125 Hz a 1000 Hz 1,7%
Medidas de velocidade (mm/s)
10 Hz a 40 Hz 1,9%
> 40 Hz a 125 Hz 1,6%
> 125 Hz a 1000 Hz 1,7%
Medidas de deslocamento (um)
10 Hz a 40 hz 1,9%
> 40 Hz a 125 Hz 1,6%
> 125 Hz a 1000 Hz 1,7%
Método de calibração por comparação segundo a ISO 16063-21:2003

TRANSDUTORES ACÚSTICOS
MicrofoneResposta em frequência por atuador
Elestrostático: Microfone 1"
Frequências Nominais (Hz)
> 20 até 500 0,49 dB
> 630 até 3150 0,50 dB
> 4000 0,50 dB
> 5000 0,51 dB
> 6300 0,76 dB
> 8000 0,87 dB
10000 1,05 dB
Microfone 1/2"
Frequênncias nominais (Hz)
> 20 até 800 0,49 dB
> 1000 até 6300 0,50 dB
80000 0,51 dB
10000 0,54 dB
12500 0,56 dB
16000 0,61 dB
20000 0,69 dB
Microfone 1/4"
Frequências nominais (Hz)
> 20 até 800 0,49 dB
> 1000 até 6300 0,50 dB
80000 0,51 dB
10000 0,54 dB
12500 0,56 dB
16000 0,61 dB
20000 0,69 dB
Método de calibração por comparação IEC 61094-6:2004

TRANSDUTORES DINÂMICOS
AcelerômetroSensibilidade da carga [pC/(m/s2)]
10 Hz a 40 Hz 1,9 %
> 40 Hz a 125 Hz 1,5%
> 125 Hz a 1000 Hz 1,7%
> 1000 Hz a 3150 Hz 2,6%
> 3150 Hz a 6300 Hz 3,1%
> 6300 Hz a 10000 Hz 3,9%
Sensibilidade de tensão [mV/(m/s2)]
10 Hz a 40 Hz 1,9%
> 40 Hz a 125 Hz 1,5%
> 125 Hz a 1000 Hz 1,7%
> 1000 Hz a 3150 Hz 2,6%
> 3150 Hz a 6300 Hz 3,1%
> 6300 Hz a 10000 Hz 3,9%
Método de calibração por comparação segunda a ISO 16063-21:2003



Observações:

  1. A capacidade de medição e calibração (CMC) refere-se á menor incerteza que o Laboratório é capaz de obter, com uma probabilidade de abrangência ou nível da confiança de aproximadamente 95%. Caso o laboratório utilize mais de um método para realizar uma determinada calibração ou medição, a CMC se referirá ao método pelo qual o laboratório obtém a menor incerteza de medição. (Ver NIT-Dicla-021)
  2. A CMC identificada por um asterisco (*) não inclui todas as contribuições oriundas do instrumento ou padrão calibrado ou do dispositivo medido.
  3. O Laboratório poderá declarar em seus certificados de calibração, incertezas de medição maiores que a sua CMC, devido às contribuições relativas ás propriedades ou características do padrão ou instrumento de medição calibrado.