Portal do Governo Brasileiro
Página InicialInformações ao ConsumidorProdutos AnalisadosFiltro de Água
Produtos analisados
Relatório sobre análise de sistemas de descarga Sistemas de descarga
Fique Atento
  
.: Filtro de Água :.

Resumo da Análise
Normas e Documentos de Referência
Responsáveis pelos Ensaios
Informações Sobre as Marcas Analisadas
Metodologia Aplicada e Resultados Encontrados
Sugestão aos Consumidores
Conclusões
Conseqüências

Resumo da Análise

São muitas as solicitações dos consumidores no sentido do Inmetro analisar filtros domésticos.

Aparentemente, este fato é devido ao elevado número de tipos, marcas e fabricantes de filtros, associado a ausência, em alguns casos, e a grande variedade, em outros, de informações a cerca da utilização ou finalidade dos mesmos.

Certamente, o elevado número de tipos e a ausência ou variedade de informações quanto a utilização e finalidade de filtros tem a ver com a inexistência de uma norma ou regulamento, que explicite os requisitos a serem observados pelos filtros domésticos.

Se de um lado o elevado número de tipos dá alternativas, a ausência e a grande variedade de informações confundem o consumidor quando da decisão de compra.

Cabe explorar em mais a questão da ausência e da variedade de informações. Uma informação que todas as marcas deveriam contemplar é se o filtro deve ser usado para água pré-tratada (água fornecida pela rede de abastecimento dos centros urbanos) ou água direta da fonte (poços, nascentes, etc...). Alguns informam outros não.

Ainda com relação às informações, no que diz respeito a finalidade, há grande variedade: "água pura da fonte em casa", "ação bacteriológica", "poder anti-toxina", água limpa e cristalina", etc... São encontradas até marcas que informam "purificar" a água, ou seja, eliminam todo e qualquer elemento estranho a água. Todas estas diferentes informações só confundem a grande maioria dos consumidores quando da decisão de compra.

Normas e Documentos de Referência

Pela inexistência de normas técnicas específicas para o produto, as análises basearam-se na verificação das informações contidas na rotulagem e na experiência do laboratório que realizou os ensaios.

Responsáveis pelos Ensaios

Os ensaios foram realizados no laboratório do Instituto Adolfo Lutz, laboratório oficial da Secretaria de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo. Cabe destacar que a principal ocupação do Instituto é o diagnóstico, auxílio e medidas de prevenção e controle dos agentes causadores de febres, intoxicações, esquistossomose, meningite e outras enfermidades, sendo considerado um centro de referência nacional.

Informações sobre as Marcas Analisadas

Com relação às informações contidas na Home Page sobre o resultados dos ensaios, você vai observar que identificamos as marcas dos produtos analisados apenas por um período de 30 dias. Julgamos importante que você saiba os motivos:

  • As informações geradas pelo Programa de Análise da Qualidade de Produtos são pontuais, podendo ficar desatualizadas após pouco tempo. Em vista disso, tanto um produto analisado e julgado adequado para consumo pode tornar-se impróprio, como o inverso, desde que o fabricante tenha tomado medidas imediatas de melhoria da qualidade, como temos freqüentemente observado. Só a certificação dá ao consumidor a confiança de que uma determinada marca de produto está de acordo com os requisitos estabelecidos nas normas e regulamentos técnicos aplicáveis. Os produtos certificados são aqueles comercializados com a marca de certificação do Inmetro, objetos de um acompanhamento regular, através de ensaios, auditorias de fábricas e fiscalização nos postos de venda, o que propicia uma atualização regular das informações geradas.
  • Após a divulgação dos resultados, promovemos reuniões com fabricantes, consumidores, laboratórios de ensaio, ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnica e outras entidades que possam ter interesse em melhorar a qualidade do produto em questão. Nesta reunião, são definidas ações para um melhor atendimento do mercado. O acompanhamento que fazemos pode levar à necessidade de repetição da análise, após um período de, aproximadamente, de 1 ano. Durante o período em que os fabricantes estão se adequando e promovendo ações de melhoria, julgamos mais justo e confiável, tanto em relação aos fabricantes quanto aos consumidores, não identificar as marcas que foram reprovadas.
  • Uma última razão diz respeito ao fato de a INTERNET ser acessada por todas as partes do mundo e informações desatualizadas sobre os produtos nacionais poderiam acarretar sérias conseqüências sociais e econômicas para o país.

Metodologia Aplicada e Resultados Obtidos

A metodologia de ensaio consistiu em observar a clareza das informações nas embalagens (ver tabela 1), quanto a utilização e finalidade, e em verificar a eficiência microbiológica dos filtros, para as marcas que informaram beneficiar a água, purificando ou eliminando toxinas, etc.... Assim, os tipos encontrados no mercado foram agrupados com base nos critérios a seguir:

  1. forneceram informações claras, aos consumidores, sobre a sua utilização;
  2. prometeram introduzir melhorias significativas na água (ação contra as bactérias);
  3. demonstraram reduzir, de forma significativa, as bactérias (ensaio microbiológico).
Marcas Informação sobre o tipo de água Informação sobre eficiência
Gravidade
A utilizar água pré tratada reduz odor, sedimentos e até 92% do cloro
B sem informação água filtrada, estéril e sem gosto de cloro;

previne contra os bacilos V choleare

C sem informações sem informações
D sem informações sem informações
Ozonizador
E sem informações destroi os germes e as bactérias / Previna a saúde contra o Cólera e outras doenças, bebendo água ozonizada
F utilizar água pré tratada filtra e purifica através de sistema natural
G sem informações queima toxinas e esteriliza a água
Pressão
H sem informações indicado para sedimentos, sabor e odor. Ação contra bactérias
I utilizar água pré tratada reduz odor, sedimentos e até 92% do cloro
J sem informações sem informações
K sem informações sem informações
L sem informações fornece água filtrada, estéril e sem gosto de cloro
M utilizar água pré tratada alta redução de cloro
Purificador
N sem informações purificador de água – água pura e cristalina
O sem informações sem informações
P purifica a água pré tratada reduz microorganismos / purificador residencial de tratamento de água
Q sem informações assegura a proteção contra a água contaminada
R sem informações agente bactericida / água abundante, pura e cristalina como de uma fonte natural
S sem informações elimina os germes e bactérias através de esterilização / purificador esterilizante

 

Em relação aos ensaios microbiológicos, cabe ressaltar que estes foram realizados com base nas informações de rotulagem. Para os filtros que deixam claro em suas embalagens que só devem funcionar com água pré-tratada, o ensaio foi realizado com um nível baixo de bactérias. Já no caso dos filtros que não deixam clara esta informação, foi utilizada água com um nível elevado de contaminação bacteriológica.

nível baixo de bactérias água pura (sem cloro) + 3x103 bactérias (nº aproximado)
nível elevado de bactérias água pura (sem cloro) + 3x106 bactérias (nº aproximado)

Os grupamentos, com respectivos resultados, são a seguir descritos:

Grupo 1 – As marcas classificadas neste grupo, foram as que:

  1. forneceram informações claras sobre a utilização de seus produtos;
  2. prometeram introduzir melhorias significativas na água;
  3. demonstraram reduzir significativamente as bactérias.

Dentre as marcas analisadas, somente as amostras das marcas B e L se encaixam neste grupo.

Grupo 2 – As marcas classificadas neste grupo, foram as que:

  1. forneceram informações claras sobre a utilização de seus produtos;
  2. não prometeram introduzir melhorias na água;
  3. demonstraram reduzir significativamente as bactérias.

Apenas a marca K classificou-se neste grupo. Reduziu de forma significativa o número de bactérias, apesar de seu fabricante não informar nada neste sentido.

Grupo 3 – As marcas classificadas neste grupo, foram as que:

  1. forneceram informações claras sobre a utilização de seus produtos;
  2. prometeram introduzir melhorias significativas na água;
  3. não reduziram, de forma significativa, as bactérias.

A tabela a seguir apresenta as marcas classificadas neste grupo.

G F
R S
Q N
P H
O E


As marcas na tabela acima passaram informação enganosa para o consumidor, já que dizem reduzir o número de bactérias, mas tiveram uma atuação muito pequena sobre estas.

Grupo 4 – As marcas classificadas neste grupo, foram as que:

  1. não forneceram informações claras sobre a utilização de seus produtos;
  2. não prometeram introduzir melhorias significativas na água;
  3. não reduziram, de forma significativa, as bactérias.

As marcas C, D e J classificadas neste grupo, além de não darem qualquer tipo de informação para o consumidor, têm um efeito pequeno sobre as bactérias.

Grupo 5 – As marcas classificadas neste grupo, foram as que:

  1. forneceram informações claras sobre a utilização de seus produtos;
  2. não prometeram introduzir melhorias significativas na água (não tem ação contra bactérias).

As marcas A, I e M deixam claro para o consumidor que as suas ações são de retirar odor, cloro e sedimentos, não tendo estas, ação contra bactérias.

Sugestão aos Consumidores

A seguir são tecidas algumas sugestões para orientar os consumidores na compra e utilização dos filtros.

  1. não se deixe levar pelo título, filtro ou purificador; os ensaios mostraram que estes não têm diferença;
  2. não se impressione com promessas de água pura ou cristalina, pois isso não significa que o filtro combata bactérias ou elimine possíveis riscos à saúde;
  3. em caso de dúvida quanto a procedência da água, não confie somente no filtro. Nestes casos ferva a água por, pelo menos, 15 minutos;
  4. para os consumidores que se utilizam de fonte de água "in natura" é muito importante que a qualidade da água seja verificada periodicamente, através de ensaios microbiológicos, e que a água seja fervida após a filtragem;
  5. é de fundamental importância manter a caixa de água limpa, pois a falta de higiene nesta, pode ser um foco de contaminação da água.

Conclusões

É preocupante a qualidade dos filtros domésticos existentes no mercado nacional, particularmente no que diz respeito às informações quanto a utilização e finalidade e quanto ao desempenho na eliminação de bactérias.
A inexistência de Normas e Regulamentos contribui para atual situação, cabendo ao Inmetro induzir a criação de uma Norma Brasileira para este produto.
Das 19 marcas analisadas, somente as marcas L e B destacaram-se pela consistência das informações e desempenho na eliminação das bactérias.
Cabe destacar ainda que a marca K, apesar de não apresentar informações precisas quanto a utilização e finalidade, apresentou bom desempenho na eliminação de bactérias.
Dez das dezenove marcas analisadas destacaram-se negativamente, por darem informações enganosas aos consumidores, na medida que informam introduzir melhorias significativas na água, que não foram evidenciadas nas análises de desempenho bacteriológico.
O posicionamento dos fabricantes quanto aos resultados observados foi positivo, uma vez que reconheceram o problema das inadequadas informações aos consumidores e assumiram introduzir melhorias.

Conseqüências

DATA

AÇÕES

13/09/1998

Divulgação no Programa Fantástico da Rede Globo de Televisão

Janeiro/2000

Reunião com representantes do setor industrial, do Instituto Adolfo Lutz, laboratório responsável pelos ensaios, e do INMETRO com o objetivo de definir de medidas de melhoria para o setor.

Principais Definições: Criação de Comissão de Estudos, no âmbito da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, visando elaboração de norma técnica brasileira para o produto.


Veja Também:

Aparelho para Melhoria da Qualidade da Água para uso Doméstico - Aparelho por Pressão



Acessibilidade
Acidente de Consumo: relate seu caso
Alerta Exportador!
Anuência - Importação
Atividades de Ensaios de Proficiência do Inmetro
Biocombustíveis
Carta de Serviços ao Cidadão
Cartilha Plugues e Tomadas
Consultas Públicas
Documentos Orientativos sobre Certificação ISO 9001:2008
Empresas Certificadas ISO 9001
Empresas Certificadas ISO 14001
Empresas Prestadoras de Serviços de Inspeção Técnica e Manutenção em Extintores de Incêndio
Indique! Sugestão para o Programa de Análise de Produtos
Instaladores Registrados de Gás Natural Veicular (GNV)
Mapa de Localização do Campus
Marca, Símbolos e Selos Inmetro
Organismos de Certificação e de Inspeção Acreditados
Ouvidoria
Padronização de Produtos Pré-Medidos
Plugues e Tomadas
Portarias e Regulamentos Técnicos Metrológicos e de Avaliação da Conformidade
Produtos Analisados
Produtos e Serviços com Conformidade Avaliada
Programa Brasileiro de Avaliação da Conformidade - PBAC
Publicações
Sistema de Consulta de Recalls (DPDC)
Tabelas de Eficiência Energética - PBE


Nossos Endereços

  • Prédio da Rua Santa Alexandrina

    PABX: (21) 2563-2800

    Rua Santa Alexandrina, 416

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20261-232

  • Campus Xerém

    PABX: (21) 2679-9001

    Av. Nossa Senhora das Graças, 50

    Xerém - Duque de Caxias - RJ

    CEP: 25250-020

  • Prédio da Rua Estrela

    PABX: (21) 3216-1000

    Rua Estrela, 67

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20251-900

  • Superintendência de Goiás - Surgo

    PABX: (62) 3237-3500

    Av. Berlim, 627

    Setor Sul - Goiânia - GO

    CEP: 74170-110

  • Brasília

    PABX: (61) 3340-1710

    EQN 102/103 - Lote 1, Asa Norte

    Brasília - DF

    CEP: 70722-400

  • Superintendência do R. G. do Sul - Surrs

    PABX: (51) 3342-1155

    Rua 148, s/nº

    São Geraldo - Porto Alegre - RS

    CEP: 90240-581

Inmetro © 1993 - 2012. Todos os direitos reservados.